Posts Tagged ‘jazz’

Django+Reinhardt+djangoComo o dono deste blog é muito preguiçoso e não conhece nada jazz ele convidou seu camarada Lucas (vulgo ex Otto) do blog Aurora Musical (visitem que é bem legal!!!) para escrever sobre Django Reinhardt:

“A pedido do meu caro colega Tiago (n.do. e.: sou eu :0), falarei um pouco sobre o maior músico do jazz europeu, que diante de tantas adversidades ao longo de sua vida, criou uma música complexa e interessante, que transita pelos ouvidos com leveza e sutilidade, sem deixar de lado todo o sentimento e expressão que carrega de suas origens ciganas.

Nascido belga mas, francês de criação, Django, apesar de ter construído sua carreira através da guitarra, começou tocando violino e banjo. Devido a sua infância humilde, Django nunca aprendeu a “ler música”, adquirindo tudo o que sabia através da tradição cigana.

Um acidente doméstico causou queimaduras de segundo grau em metade de seu corpo, afetando seus movimentos, principalmente relacionados à perna e mão esquerda. Django acabou por voltar a andar com a ajuda de bengalas, ao passo que desenvolveu uma técnica onde poderia tocar, usando seus dois dedos paralisados e o polegar para solos.

Django formou o “Quintette du Hot Club  de France”, junto ao violinista Stéphane Grappelli, o conjunto de maior expressão do jazz europeu. Com todo seu virtuosismo e crescente popularidade, ainda participou de gravações com ícones do jazz americano como Louis Armstrong e Duke Ellington.

Pioneiro do “Gypsy Jazz” e do “Gypsy Swing”, como usualmente é classificada a fusão que Django promoveu entre o jazz de New Orleans, dos anos 20, com música tradicional romani e valsa, criando complexas estruturas rítmicas, carregadas por todo seu virtuosismo no violão e na guitarra. Isso se percebe claramente em uma de suas composições mais famosas “Minor Swing”, onde se notam os elementos das três culturas musicais.

Reconhecido como um dos músicos mais expressivos da tradição cigana, compondo canções que parecem entender toda a complexidade desse povo, tão vasto, como na faixa “I Can´t Give Anything But Love”.

Django capturou a essência da música cigana que habita entre a melancolia e a alegria, com toda a técnica e swing do jazz, anotando muita sensibilidade, construindo então uma sonoridade única, que viria a influenciar diversas gerações de músicos pós-Segunda Guerra.”

Fiquem com uma coletânea do Django lançado pelo, excelente, selo Blue Note:

CD Django Reinhardt

E visitem: Aurora Musical!!!

Share/Save/Bookmark

Related posts

Tags: ,

20
fev

Caravana Roma. O Jazz Roma. Videos.

   Posted by: tiago    in IV - Caravana Roma

Django e Grapelli em ação!

O clássico ‘St. Louis Blues’ de Django Reinhardt.

Share/Save/Bookmark

Related posts

Tags: ,