Posts Tagged ‘shetlands’

aly561205889_d8fa2cdd3c

Faço aqui um post extra sobre as Shetlands para escrever sobre um álbum que é um dos meus preferidos no folclore (e não só no folclore). Um, mais do que bem sucedido, encontro entre a música sueca de Ale Möller (frifot) e o violino das shetland de Aly Bain. Ficamos aqui com uma resenha que fiz para a lista dos melhores álbuns da década na revista que hospeda este blog e logo baixo o play para baixar.  Não deixem de conferir é um play, simplesmente, maravilhoso!!!

O violinista Aly Bain, nascido nas Ilhas Shetlands, é mais famoso por seu duo com o excelente acordeonista da música tradicional escocesa continental Phil Cunnigham, assim como é famoso por seus documentários e programas na televisão britânica (entre eles o Transatlantic Sessions que une músicos da tradição britânica e  américana), a colaboração de Bain com o sueco Ale Möller é mais esporádica: Beyond The Stacks é o segundo álbum da dupla.

O que , para mim, é, sobremaneira,  especial em sua dupla com Möller é o modo que Bain faz encontrar seu elegante violino das Shetlands com as tradições escandinávias de Moller e sua mandola (que é como um grande bandolim! ver foto!). De fato, o lado escandinavo da música das Shetlands (que foi colônia Escandinávia em alguns pontos de sua história) aflora neste álbum, a elegância pastoral do violino de Aly Bain encontra sua perfeita harmonia nas escalas menores, na melancolia por hora serena, por hora mesmo obscura, da música tradicional sueca. Temos aí um dialogo perfeitamente harmonioso entre estas duas belíssimas tradições musicais.

O repertório deste Beyond The Stacks, assim como o, igualmente excelente, primeiro play da dupla Fully Rigged, navega entre as melodias tradicionais das Shetlands, como Daa Broon Coo (sim, The Brown Cow no dialeto da Ilha!), irlandesas como O’Farrel’s welcome to Limerick, escocesas continentais como Lady Mary Ramsay, e ainda polskas e marchas suecas comoKing Kar’s marsch; Djavulspolska’ (a polca do diabo!). Entre todas as belíssimas, fortes, melancólicas e sutis  peças que compõem o álbum, destaco, como talvez a minha melodia preferida em toda tradição musical (não consigo chegar a outro veredicto a ouvindo!!!) o lamento otimista de ‘Crying Waltz’ (a valsa chorosa de coloração escandinava) em que Möller envia suas mágoas para longe em sua gaita de boca acompanhada do violino de Bain…ora, não precisava nos fazer chorar de fato!”

CD Aly Bain & Ale Möller

Share/Save/Bookmark

Related posts

Tags: , ,

51Hptsm4XqL._SL500_AA240_

A história das ilhas Shetlands é, em muitos aspectos, parelela a história das ilhas Orkneys. Encontramos nas ilhas Shetland os mesmo indícios de ocupação pre-histórica, tendo início em mais de três milênios antes de Cristo. No entanto, as Shetlands não possui o mesmo número e riqueza  em  sítios que sua “prima” mais próxima ao continente possui.

Shetland e Orkney comungam também a colonização escandinava. Ambas foram colonizadas durante expansão viking no século IX e permaneceram sob o reinado norueguês até o século XVI, quando as ilhas passaram a mãos escocesas devido aos dotes não pagos da filha do Rei Christenses da Noruega, casada com Jaime III da Escócia.

Durante os séculos o “Norn” língua de origem nóridica falada tanto nas ilhas Orkney quanto nas Shetland, foi substituida pelo gaélico escocês e então pelo inglês escocês, mais precisamento ao inglês escocês bastante distinto que hoje é falado na ilha – o que é facilmente notável quando lêmos os nomes das tunes das Shetland ( o “Da” ao invés de “The” sendo facilmente notado).

Musicalmente, hoje, podemos dizer que as Shetlands é um lugar privilegiado. Por muito a ilha foi absorvendo o cantato dos marinheiros que chegaram, com suas musicas, às ilhas (irlandeses, escoceses, alemães, noruegueses) o que acabou por fermentar o estilo bem único de se tocar, sobretudo o violino, nas ilhas.

Tom Anderson, que toca violino no play para baixar aí embaixo, com seu aluno, hoje o músico mais famoso das Shetland, Aly Bain, foi um dos grandes responsáveis pelo resgate e manunteção da música tradicional das ilhas.

O que ouvimos, de fato, na música das Shetlands é um estilo bem peculiar de melodias escocesas que possuem traços perceptiveis, claros, da música escandinva (nas tonalidades menores de algumas melodias, no uso das harmonias no violino que lembram o hardanger norueguês).

Confiram, então, um play (a capa é esta da foto) em que o grande Aly Bain gravou com seu mestre, e mestre das Shetland, Tom Anderson, que é um exemplo bastante enraízado na bonita tradição musical das ilhas:

CD Aly Bain & Tom Anserson The Silver Bow

Share/Save/Bookmark

Related posts

Tags: , ,

Bandeira das Ilhas Shetland:800px-Flag_of_Shetland.svgMapa das Ilhas Shetland em relação ao norte da Escócia (em azul)

200px-ScotlandShetlandIslandsVista da costa de uma das Ilhas:

Evening glory, Brae Wick, Esha Ness, Shetland, ScotlandVista da “metropolitana” em uma das ilhas:

shetland_islands_9971

Share/Save/Bookmark

Related posts

Tags: , ,