Posts Tagged ‘uillean’

leorowsome_

Outro ícone da ‘uileann pipe’ Leo Rowsome (1903-1970) é conhecido por seu estilo aberto, brilhante e ‘fantasioso’. De fato, muito do novo ‘insight’ que Rowsome rendeu ao instrumento se deve ao fato de que Leo, assim como seu pai William Rowsome, construíam as ‘uileann pipes’. Leo se tornou, então, um mestre na afinação dos bordões o que rendeu a sua gaita todo uma nova dinâmica. Rowsome trabalha muito bem os timbres, assim como trabalha muito bem os harmônicos que possibilita a ‘uileann pipe’.

Confiram ((aqui)) um play com o som da ‘uileann’ de Rowsome lançado em 1969.

Share/Save/Bookmark

Related posts

Tags: ,

seamus

Uma primeira grande referência das ‘uileann pipes’ é 0 gaiteiro e compilador da tradição Seamus Ennis (1919-1982).

Séamus foi conhecido por compilar gravações de música tradicional das ilhas britânicas para um programa da BBC Radio. Este seu trabalho de pesquisa o levou a trabalhar com o grande nome da etnomusicologia (o cara que mais compilou gravações de música tradicional no mundo, creio eu): Alan Lomax. O trabalho rendeu o LP de Lomax dedicado à Irlanda.

O estilo da gaita de Ennis é reconhecido por estar no meio, entre o estilo rígido da tradição e o estilo mais aberto e ‘fantasioso’ (como, por exemplo, o de nosso próximo gaiteiro). Ennis era um especialista nas ‘slow airs’, nas ‘Arias Lentas’, nos lamentos que soam tão bem nas ‘uileann pipes’.

Confiram um play de Seamus Ennis, de 1977, ((aqui)).

E um belíssimo vídeo aí embaixo:

Share/Save/Bookmark

Related posts

Tags: ,

10
nov

Passeio Pela Irlanda: Uilleann Pipe

   Posted by: tiago    in I- Passeio pela Irlanda

uillean

Já havia publicado, no antigo endereço deste blog transportado para os primeiros posts desse novo endereço, algo sobre ‘uilleann pipe’ ou gaita-de-foles irlandesa. Havia postado sobre Patsy Touhey, um dos maiores gaiteiros irlandeses da “primeira onda” da música tradicional irlandesa, que ocorreu, de fato, nos EUA das décadas de 20,30 e 40.

Acho, no entanto, que a gaita irlandesa merece um pouco mais de atenção.

A ‘uilleann pipe’ é de longe a mais complexa das gaitas-de-foles, a começar por sua própria construção que acopla a cantadeira (o ‘chanter’, onde há as teclas que manipula o gaiteiro) os bordões (os canos que complementam a cantadeira) e fole (que o gaiteiro manipula com o braço a fim de bombear o ar para a ‘bolsa’ da gaita). Nos bordões da ‘uilleann pipe’, o que é bastante interessante, existem chaves de metal que quando acionadas produzem harmônicos (percebam no vídeo abaixo).

Vejam algumas das peças que compõem a ‘uillean pipe’  neste endereço.

Outro fator importante na ‘uilleann pipe’ é que ela é uma gaita de maior alcance, ela possui duas oitavas completas, como nos diz a wikipédia, o que somado a sua sonoridade mais doce e seu volume mais baixo faz dela uma gaita excelente para ser tocada em grupos (como faz, por exemplo, Paddy Maloney nos Cheiftains).

Tocar a ‘uilleann’ não é certamente tarefa das mais fáceis. Há diversos estágios, utilizando partes distintas da gaita para treinamento, antes que se permita ao aluno utilizar o ‘full set’, a ‘uillean’ completa.

Há certamente muitos aspectos da ‘uilleann’ e de sua técnica que desconheço (há, de qualquer forma, os artigos mais completos na wikipedia), mas creio que estas informações básicas já se encarreguem de nosso propósito introdutório (lembrando que este blog nada mais é do que um espelho das minhas pesquisas atuais – de meu “passeio” a fim de conhecer um pouco mais a fundo, mas sem maiores pretensões, a música tradicional irlandesa).

Então, este post se encerra com o video abaixo que mostra de maneira clara o manejo da ‘uilleann’, do fole que bombeia o ar à bolsa, do ‘chanter’ e dos bordões que produzem os harmônicos. Continuo a escrever sobre a ‘uilleann’, sobre os gaiteiros irlandeses, nos posts seguintes.

Share/Save/Bookmark

Related posts

Tags: ,