Skip to content →

Bossa metal?

Já tem bastante tempo que virou piada esse negócio de bandas que se metem a misturar vários estilos aparentemente distoantes. Parece ser um dos requisitos da “modernidade”. Uma maneira fácil de tentar soar “original” e “criativo” num meio em que a cópia da cópia já está mais desgastada que qualquer coisa que eu possa imaginar. E aí você costuma encontrar de tudo. Mesmo.

Dito isso, chega até mim, hoje, o Huaska. Banda de São Paulo que alega praticar uma “bossa metal” e está no terceiro disco. Com participações de Eumir Deodato e Elza Soares – outra regra diz que é sempre bom catar um medalhão para referendar seu trabalho – o grupo pratica uma mistura de samba com metalcore. Algo como Los Hermanos encontra Hatebreed. Samba moderninho encontra metal moderninho com uns toques de sonoridade mais “clássica” no meio para “subir o tom”.

Contudo, algumas coisas soam interessantes. Se é bom ou apenas uma picaretagem bem produzida, você decide.

httpv://www.youtube.com/watch?v=jYmk6m4hdCE

httpv://www.youtube.com/watch?v=eXis1kLuMiI

httpv://www.youtube.com/watch?v=MMhix8JLamc

Jornalista investigativo, crítico e escritor. Publico sobre música e cultura desde 2003. Fundei a Movin' Up em 2008. Autor de 3 livros de contos, crônicas e poemas. Vencedor do Prêmio de Excelência Jornalística (2019) da Sociedade Interamericana de Imprensa na categoria “Opinião”. Finalista do V Prêmio Petrobras de Jornalismo (2018).

Published in Cena BR