Skip to content →

Silver Linings Playbook: o freak show do amor

David O. Russell não é bobo. “Três Reis” já era um filme acima da média do seu jeito. “O Vencedor”, de 2011, é a melhor “obra esportiva baseada em história real” recente. A moral cresceu, os prêmios vieram e as oportunidades também. Baseado em livro de Matthew Quick, “Silver Linings Playbook” aposta num bipolar Bradley Cooper que espancou severamente o amante da esposa após pegar os dois daquele jeito no banheiro da própria casa. Internado, Cooper sai da instituição e tem que colocar a sua vida de volta aos trilhos, esbarrando na depressiva e psicótica Jennifer Lawrence, que acabou de perder o marido, formando o óbvio núcleo e a óbvia “estória de amor torta” da trama.

Partindo do drama, o filme pode ser considerado uma “comédia romântica” de um jeito bem peculiar. E sob este prisma, é a melhor obra do gênero dos últimos 10 anos no mínimo, talvez bem mais que isso – o que, convenhamos, não é lá tão difícil assim. O bom argumento cresce na mão do talento de Russell e, quem diria, na boa atuação de Bradley Cooper e Jennifer Lawrence, inegavelmente a nova namoradinha da América, indicada ao Oscar pelo papel no auge dos seus 22 aninhos.

O coadjuvante de luxo é nada menos que Robert De Niro. Tudo bem que De Niro andou se aventurando em comédias (e produções) duvidosas nos últimos anos, mas aqui certamente ele encontrou o tom mais equilibrado possível e contribui com a sua presença. Por mais que seja fácil atacar a película pelos clichês inevitáveis e pelo desenrolar previsível – uma crítica quase sempre cabível na maioria dos filmes mas que nem sempre é algo ruim ou que deprecia a obra, pelo contrário – “O Lado Bom da Vida” (título em português não exatamente apropriado) entra naquela seara de filmes engraçados, bem realizados, com um roteiro inteligente e ideal para ser assistido sozinho, com a namorada ou mesmo em família.

Em suma e de uma maneira pra lá de tortuosa, é o “feel good movie of the year”. Mas não se deixe enganar, nada vem muito fácil por aqui.

httpv://www.youtube.com/watch?v=Lj5_FhLaaQQ

Estreia nacional 01 de fevereiro.

Jornalista investigativo, crítico e escritor. Publico sobre música e cultura desde 2003. Fundei a Movin' Up em 2008. Autor de 3 livros de contos, crônicas e poemas. Vencedor do Prêmio de Excelência Jornalística (2019) da Sociedade Interamericana de Imprensa na categoria “Opinião”. Finalista do V Prêmio Petrobras de Jornalismo (2018).

Published in Cinema Destaques