Skip to content →

Sepultura: sem chance de reunião

O Sepultura acaba de postar em seu site oficial um vídeo em que Andreas Kisser coloca um ponto final definitivo nos rumores sobre a reunião da formação original da banda, que circularam pela mídia nos últimos tempos. Max Cavalera chegou a afirmar que o único empecilho para a reunião  acontecer era o baixista Paulo Xisto.

No vídeo, Kisser recomenda que ninguém acredite em mentiras e boatos, ressalta que não há comunicação deles com os Cavalera, que cada um está fazendo o seu trabalho e que o Sepultura irá gravar seu novo disco em janeiro, com produção de Roy Z (Bruce Dickinson, Judas Priest), sendo lançado mundialmente pela Nuclear Blast em maio. Já há datas confirmadas para a próxima turnê, segundo Kisser, incluindo uma apresentação no festival alemão Wacken, sendo a primeira vez que o Sepultura irá tocar lá. Veja o comunicado completo:

httpv://www.youtube.com/watch?v=Kij4DPoeT4I

Maior ícone do metal brasileiro, os rumores sobre essa “possível reunião” começaram desde que Igor Cavalera deixou a banda em 2006. Ao que tudo indica, a esperada reunião não vai acontecer e cada um – Sepultura e Cavalera Conspiracy – seguirão trabalhando separados.

Jornalista investigativo, crítico e escritor. Publico sobre música e cultura desde 2003. Fundei a Movin' Up em 2008. Autor de 3 livros de contos, crônicas e poemas. Vencedor do Prêmio de Excelência Jornalística (2019) da Sociedade Interamericana de Imprensa na categoria “Opinião”. Finalista do V Prêmio Petrobras de Jornalismo (2018).

Published in Cena BR Destaques