Skip to content →

AC/DC – Rock N’ Roll Train

ac_dc

O AC/DC é uma das perfeitas definições de rock: impossível ouvir um álbum do grupo sem se deixar levar pelo clima contagiante, safado e explosivo do rock n’ roll. Elevando o clichê a máxima potência, pode-se dizer que os australianos estão fazendo a mesma coisa há mais de 30 anos. Mas quando essa “mesma coisa” é absolutamente única e fenomenal, quem se importa?

Do ótimo “Stiff Upper Lip” até o novo, “Black Ice”, foram 8 anos. É irritante o hiato que estas bandas veteranas colocam atualmente entre um disco e outro, enquanto no auge produziam um por ano. Simplesmente não dá pra compreender, porque, ao contrário do que parece, Angus Young tem apenas 53 anos – longe dos 60, idade da maioria dos integrantes de bandas que parecem lendárias. E em 2000 estava com pífios 45! É de se lamentar a quantidade escassa de lançamentos…não a toa, “Black Ice” já é o mais vendido em 29 países.

A quantidade de fãs sedentos multiplicada pelo tempo de espera gera estas coisas. Numa primeira ouvida, achei o novo menos inspirado que “Stiff”, pra ficar numa comparação próxima. De todo jeito, tem o “AC/DC Registered Trademark” impresso indiscutivelmente no DNA. “Rock N’ Roll Train”, o primeiro single, é mais do mesmo. Ainda assim é impossível pensar em alguém que diga “gostar de rock” e não aprecie AC/DC…

httpv://www.youtube.com/watch?v=bX2xbqWtyJU

Jornalista investigativo, crítico e escritor. Publico sobre música e cultura desde 2003. Fundei a Movin' Up em 2008. Autor de 3 livros de contos, crônicas e poemas. Vencedor do Prêmio de Excelência Jornalística (2019) da Sociedade Interamericana de Imprensa na categoria “Opinião”. Finalista do V Prêmio Petrobras de Jornalismo (2018).

Published in Singles