Skip to content →

Wilco – Glad It’s Over

Uma das melhores bandas do mundo na atualidade que, não por acaso, lançou o álbum mais notável de 2007, “Sky Blue Sky”, resenhado aqui, soltou em 2008 “Glad It’s Over”, um single que segue no percurso trilhado e aprofunda as letras descaradamente pessoais (e passionais) de Jeff Tweedy.

“Não é que eu esteja mal, nem me sinta sozinho, estou apenas surpreso que tenha acabado” canta Tweedy logo no início da canção. E o que vem a seguir é uma composição carregada de uma beleza familiarmente melancólica em essência, mas não lamurienta. O instrumental empurra a fossa de Jeff pra cima, brinca com o trágico, dá uma atmosfera respirável ao que é difícil suportar. “Não quero beijá-la novamente, pode acreditar? Não quero ser seu amigo, apenas desejo que fique fora da minha vida (…) a odeio 100%, digo isto gentilmente, você não é pra mim e nem é a única que eu já tive”.

Para depois admitir…“desculpe se fui rude, não foi o que quis dizer, vamos voltar ao começo, parar de gritar “eu quero você em meus braços todo dia”, depois de hoje…estou surpreso que tenha acabado.”

Decepções amorosas são uma das maiores propulsoras artísticas que se tem notícia – musical, literária, cinematográfica, etc. Nas mãos do Wilco e com Jeff expiando seus demônios, “Glad It’s Over” funciona perfeitamente como uma faixa bônus de “Sky Blue Sky”, mantendo o altíssimo nível e sendo um single de respeito. On and on and on…

Cotação: ****

MySpace

Jornalista investigativo, crítico e escritor. Publico sobre música e cultura desde 2003. Fundei a Movin' Up em 2008. Autor de 3 livros de contos, crônicas e poemas. Vencedor do Prêmio de Excelência Jornalística (2019) da Sociedade Interamericana de Imprensa na categoria “Opinião”. Finalista do V Prêmio Petrobras de Jornalismo (2018).

Published in Singles