Cidadão Instigado e o caldeirão setentista de “Fortaleza”

Por Maurício Angelo Você está mais velho, mais cínico, nostálgico, com saudade de casa, fazendo tudo no seu próprio tempo, sem pressa, vendo o mundo mudar rápido demais e estranhando boa parte Mais »

Kendrick Lamar entrega o maior testamento do hip-hop no século XXI

Por Maurício Angelo Pouquíssimos artistas tem a capacidade de, em pleno 2015, gerar um verdadeiro fenômeno cultural. Kendrick Lamar é um deles. Sucedendo o hypadíssimo “good kid, m.A.A.d city”, de 2012, “To Mais »

Smashing Pumpkins: resiliente e improvável

Por Maurício Angelo O Smashing Pumpkins acabou em 2000. Como toda grande banda liderada por um gênio tirânico, resiste ainda hoje graças aos arroubos artísticos de Billy Corgan, vocalista, guitarrista, líder e Mais »

Viet Cong: o hype e a originalidade em questão

Há certa beleza no plágio. Muitas vezes, na música contemporânea, parece uma forma velada – inconsciente, espontânea – de “homenagem”. Praticamente quase todas as bandas indie’s celebradas nos últimos anos tem no Mais »

Benjamin Clementine: na sarjeta e na glória entre Paris e Londres

“Down and out in Paris and London” é um dos livros mais impactantes de George Orwell. Lançado em 1933, mostrava a visão – da qual viveu na prática – da vida nas Mais »

 

Herod chega mais pesada no single “Disruption”

sw0139_large

A formação mudou, o tempo passou e tudo indica que o próximo álbum da Herod (velha conhecida do público aqui da Movin’) virá mais pesado que os anteriores. A própria tag “sludge” incluída ali na descrição do lançamento entrega o

Dibigode reinterpreta a obra de Ataulfo Alves em “Garnizé”

CAPA1

Da interminável listas de bandas instrumentais brasileiras surgidas na safra 2006-2008 – são tantas que é até difícil contar – o Dibigode, de Belo Horizonte, sem dúvida sempre foi uma das melhores. A formação ainda enxuta, com duas guitarras (Vicente

Cidadão Instigado e o caldeirão setentista de “Fortaleza”

11017433_734962049953839_1455098003812412434_n

Por Maurício Angelo Você está mais velho, mais cínico, nostálgico, com saudade de casa, fazendo tudo no seu próprio tempo, sem pressa, vendo o mundo mudar rápido demais e estranhando boa parte disso. É essa a sensação – e o

Kendrick Lamar entrega o maior testamento do hip-hop no século XXI

kendrick2

Por Maurício Angelo Pouquíssimos artistas tem a capacidade de, em pleno 2015, gerar um verdadeiro fenômeno cultural. Kendrick Lamar é um deles. Sucedendo o hypadíssimo “good kid, m.A.A.d city”, de 2012, “To Pimp a Butterfly” chegou com ares de revolucionário,

Coletânea Somos Todos Latinos celebra diálogo musical no continente

somos-

O site Scream&Yell lançou uma coletânea-tributo ao rock e pop latino-americano. Somos Todos Latinos é um disco no qual dezesseis artistas independentes brasileiros homenageiam a música dos países de hablaespana. Canções de Argentina, Chile, Uruguai, Cuba, Colômbia e Espanha ganham versões – algumas no

Smashing Pumpkins: resiliente e improvável

corgandestaque

Por Maurício Angelo O Smashing Pumpkins acabou em 2000. Como toda grande banda liderada por um gênio tirânico, resiste ainda hoje graças aos arroubos artísticos de Billy Corgan, vocalista, guitarrista, líder e principal compositor. Resiste porque é isso que Billy

O novo do Godspeed You! Black Emperor: “Asunder, Sweet And Other Distress”

Godspeed-You-Black-Emperor-Asunder-Sweet-And-Other-Distress-560x560

A Constellation Records acaba de liberar o streaming do aguardadíssimo novo álbum do Godspeed You! Black Emperor, este colosso do post-rock. Maior e melhor banda da história do estilo (e além, se você quiser considerar rótulos semelhantes). Ouça a potente

RIP: Daevid Allen, 77, loki e mestre

b02e7889-6566-4dea-8e44-537a06551293-620x372

O australiano Daevid Allen se foi nesta sexta-feira, após renegar uma batalha contra o câncer, por escolha própria. Aos 77, Allen é, reconhecidamente, um dos maiores gênios da história do rock progressivo, conquistando uma carreira longeva após se radicar na